http://www.blogger.com/ Junta Médica M11: Maio 2009

Segundo Sigmund Freud, o grande médico austríaco e criador da Psicanálise, ao realizar seus estudos sobre a Psiqué humana e a etiologia das neuroses, pôde constatar que certos atos até então considerados "normais" e inseridos na tradição dos povos, era na realidade, atos de expiação por "delitos" reais ou imaginários desses povos. Assim é que em várias culturas, determinados tipos de comportamento não eram permitidos, por despertar a "ira dos deuses", e portanto, trazer desgraça aos povos. Com o tempo, uma grande quantidade de crendices e atos conjuratórios passou a fazer parte do que Freud acabou definindo como "uma neurose obsessiva e compulsiva universal", para caracterizar diversas religiões, ampliando assim a atuação dos sintomas clássicos de uma neurose obsessiva e compulsiva, no qual, o paciente para livrar-se de algo pior, passa a executar diversos pequenos atos aparentemente sem maior significado prático, mas com grande significado para o paciente, que acredita piamente que se não os fizer, poderá atrair para si coisas terríveis. Assim nascem as superstições e as crendices, segundo a psicanálise.

Um dos grandes méritos da Psicanálise enquanto ciência que estuda a psiqué, foi descobrir o caráter sexual implícito em muitos atos humanos, disfarçados em coisas aparentemente banais. Iniciados por Freud com o clássico estudo da interpretação dos Sonhos, um de seus trabalhos mais famosos, a constatação de toda uma simbologia que denota claramente uma tendência à sexualidade como explicação aos atos humanos foi-lhe muito evidente. Freud chega a afirmar que nos sonhos, uma grande quantidade de cenas e objetos, descritos por ele como "objetos oníricos", podem ser reconhecidos como objetos fálicos e diversos atos aparentemente normais tomariam o aspecto do próprio coito. É a forma que a mente se utiliza para reprimir os desejos proibidos pela sociedade, ou por uma instância psíquica conhecida por "Superego" do indivíduo, que é formado na infância pela introjeção dos pais ( e que alguns chamam de Consciência ), com o conjunto de leis, normas de conduta e ética para a construção de uma sociedade que reprime determinados tipos de comportamento. Assim, reprimidos durante a vigília, é que o indivíduo os ativa em sua forma onírica, disfarçando-o em simbologias. Freud, muito acertadamente apercebeu-se disto ao examinar diversos pacientes neuróticos, e curando-os da dura crítica de seus superegos; Passou a analisar o próprio comportamento obsessivo e compulsivo da humanidade, ao escrever obras tais como "Totem e Tabu", "O Mal-estar na civilização" e "Moisés e o Monoteísmo". Nessas obras, o genial médico austríaco consegue fornecer visões jamais imaginadas pela história sobre a explicação de muitos comportamentos coletivos.

Seguindo a linha de raciocínio de Sigmund Freud, e toda a Psicanálise, não é tão difícil analisar certas tradições, como a festa do Pau da Bandeira, que acontece todos os anos na cidade de Barbalha-CE, em que em determinado dia do ano, apenas os homens saem para a floresta ( numa atitude sorrateira, que se pode caracterizar como uma forma furtiva de busca do meio de acasalamento, início de namoro em busca da prêsa, da caça, ou melhor, da virgem ), a fim de cortarem uma imensa árvore que é assim chamado de "O pau da Bandeira" ( o próprio símbolo fálico ), a fim de trazê-lo para o centro da cidade, envolto em bebedeiras, e cantando vitórias, onde por alguns dias esse mastro é mantido ali, de forma ereta, viril, para impressionar, e supostamente serve de mastro para a bandeira da festa ( em outras culturas, isso seria o equivalente ao ato de renovar os ciclos vitais, e louvar a fertilidade ).

Ora, o próprio santo homenageado pela festa é o Santo Antônio, conhecido como o Santo casamenteiro, pois há a crença de que esse santo teria a propriedade de propiciar o casamento ( novamente a idéia de fertilidade e procriação ). Algumas mulheres acreditam que se tocar no "pau da bandeira" seus desejos de casamento poderão se tornar realidade. E aqui fazemos a constatação do poderoso simbolismo sexual que existe nesse mastro, pois, venerado pela multidão, acaba se tornando o elemento mais importante da festa, mais até do que o próprio santo homenageado. Na verdade, as pessoas veneram aquilo que vêem, veneram o mastro ereto. Os homens o veneram como símbolo da virilidade, e por isso mesmo, cada um se esforça em demonstrar a sua masculinidade e força ao trazer para a cidade o melhor mastro disponível, provando aos seus companheiros que é viril e forte, rivalizando com eles, e por outro lado, as mulheres o veneram pelo fato de que ele ( o mastro ), representar os seus desejos mais íntimos e reprimidos por uma sociedade ainda conservadora, que crê no casamento como a única solução possível e permitida para a execução sem pecado do coito. Assim, como em todas as eras da humanidade, as idéias de exibição de força ao sexo feminino, demonstrando a virilidade, o simbolismo da fertilidade, a veneração a objetos considerados sagrados e a expiação por atos considerados pecaminosos e auto-flagelação continuam íntimamente relacionados e omnipresentes. É como se retrocedêssemos à idade média, onde os casos de auto-flagelação para a expiação dos pecados e aobtenção do perdão divino eram atos práticos absolutamente normais e até incentivados como explicação para as tragédias pessoais, geralmente atribuídas a algum pensamento erótico ou ato em que o autor desejava reprimir ou havia cometido.

Sendo assim, vemos em Barbalha, à luz dos ensinamentos deixados por Sigmund Freud, um verdadeiro banquete para a Psicanálise, onde ali, encontram-se todos os elementos que justificam a repressão subconsciente e muitas vezes até consciente de uma sociedade baseada em tradições que reprimem a sexualidade do indivíduo, e escolhe uma época para a sempre dualidade: A orgia e a Expiação pelos atos. Como qualquer festa religiosa, ao mesmo tempo em que há um lado considerado "sagrado", há outro lado "profano", como o próprio carnaval do Brasil, que significa "O Vale da Carne", época de liberação, em que em seguida, após toda a orgia nababesca, vem o quê ? A quarta-feira de cinzas, dia especial onde muitos que participaram das bebedeiras e orgias do carnaval vão ORAR, a fim de expiar os "pecados", e onde inicia-se um período de vigília denominado Quaresma, onde até então, era considerado pecado se comer carne ( CARNEaval = carnaval ), então, após o vale da carne, há o período da expiação.

Em Barbalha, a simbologia não é diferente, apenas mudam os símbolos, de festa para festa. A celebração da fertilidade, todos os anos pela retirada de mais uma árvore da floresta ( que bem poderia ser o mesmo mastro, mas aí quebraria todo o simbolismo sexual envolvido no ritual da fertilidade e virilidade ).

Concluindo: Essas tradições de expiação encontram-se tão arraigadas no comportamento das sociedades humanas, que é quase impossível aos olhos desatentos e despojados da manta de crenças e crendices e rituais colecionados pelos povos, perceberem o que de fato o são:

Espetáculos coletivos ( teatro ), de celebração da fertilidade, derivados do homem primitivo e de uma sociedade totêmica, exteriorização de desejos sexuais reprimidos, quer pelo coletivo, quer pela força da repressão mental, e a consequente expiação anual de atos considerados pecaminosos; E como toda festa religiosa, ao final, um representante do grande "pai que está nos céus" os perdoa, a fim de que possam passar mais um ano executando os atos que lhes são próprios dos seus instintos mais primitivos e básicos, normais, pilares de qualquer socidade, mas reprimidos para manifestação pública durante as outras épocas do ano.

E vemos assim que o velho Sigmund Freud mais uma vez tinha razão, quando acertadamente demonstra a sexualidade implícita através da interpretação de muitos dos rituais humanos, mas somente são capazes de aceitá-los ou compreendê-los, aqueles que possuem os olhos e a mente abertos à verdadeira interpretação dos comportamentos humanos mais íntimos, mas ao mesmo tempo, tão explícitos.

Por Dihelson Mendonça
em http://cariricult.blogspot.com

Casório Matuto

Aulas Praticas de Geronto




Amanhã, 29 a aula de Geronto será 13:30!!!

por Glaysson

----

Próxima Aula Prática dia 05/06


Encontre o seu...


Por Josiane

O governo dos absurdos

Não! Assim já é demais! Um aquário que custará para nós R$250 milhões?! Inacreditavelmente um governo de absurdos.

O governador do estado do Ceará, Cid Gomes, manda mais uma de suas atitudes no mínimo revoltantes. A construção de um aquário marinho em Fortaleza, na praia de Iracema, que custará aos cofres estaduais nada menos que R$ 250 milhões, sobre a desculpa de incentivar o turismo regional. Segundo o projeto inicial será o maior aquário da America Latina e do Hemisfério Sul, coisa grande, digno de um estado rico. Ops! Estamos falando do Ceará!

Para incentivar o turismo, o estado precisa primeiro arrumar a casa, e quando digo isso, não é esconder a sujeira em baixo do tapete. É promover estratégias que visam, sobretudo, nossa população. Recentemente o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) apresentou dados assustadores (talvez nem tanto para alguns), eles revelam que de 2004 a 2008, o número de crianças exploradas aumentou 65%, e não é segredo para ninguém que o turismo sexual é uma das mazelas cearenses. O Ceará é o 6º estado brasileiro em número de denúncias de violência sexual. Isso é fruto de uma população carente, que se submete a níveis de humilhação para prover o sustento diário.

Férias no Ceará, mais uma promoção do governo do estado, que trouxe para algumas cidades, 17 shows de grandes bandas brasileiras como Paralamas do Sucesso, Biquíni Cavadão, Capital Inicial (nada contra as bandas) e algumas bandas de forró de qualidade duvidosa. O evento é mascarado sobre o objetivo de incentivar a cultura e o turismo, mas não beneficia os artistas locais tão pouco o turismo. Tudo pelo simples fato de que as bandas não são cearenses ou mesmo nordestinas, certo que a cultura é universal, mas se um o espetáculo predispõe-se a incentivar nossa cultura com o que as bandas do sudeste podem contribuir? O governo não enxerga o artista do Ceará! E outra, alguém acha que as apresentações tem um impacto significativo sobre o turismo? Pouco. Seria maior se fossem nossas bandas, assim as pessoas viriam conhecê-las, e não ver shows que já estão acostumados em suas cidades. Trocando em miúdos, dinheiro público jogado no lixo em detrimento aos incentivos de bandas de qualidade de nossa terra e artistas populares que sobrevivem, vergonhosamente para o povo cearense, às mínguas.

Além das Férias no Ceará o uso do dinheiro público para autorizações de obras (leia bem, autorização de obra. Irônico! Só o terreno nem mesmo um canteiro de obra) e outdoors fazem parte da obra humorística que o governo estadual vem apresentando. E o pior de tudo é o uso do nosso dinheiro para a contratação das chamadas pornobandas(bandas que trazem letra que incentivam a sexualidade e não reproduz a nossa cultura) que se apresentam nessas festanças. Pode ser citado como exemplo a festa que ocorreu em março deste ano na cidade de Barbalha, localizada no sul do estado, com uma gigantesca estrutura em prol da assinatura da ordem de construção da CEASA, que até alguns minutos atrás, quando passei por lá, só havia outdoor. Uma obra que saiu do papel aqui no Cariri, com custo de aproximadamente R$ 45 milhões, foi o Hospital Regional do Cariri, mas claro, antes disso muita festa e muito dinheiro público usado no palanque com a contratação de uma banda de forró para mobilizar a população.

Pão e circo, alguém sabe o que é isso?!

Outra que não faz tanto tempo assim foi um vôo oficial à Europa e, diga-se de passagem, custou R$ 388 mil ao estado(sem contar hospedagem), ou melhor, a nós. A bordo estavam Cid Gomes, a primeira-dama, a sogra, o secretário de Turismo e um assessor, com suas respectivas esposas, os quais ficaram hospedados nos melhores hotéis pelos 4 países que passaram em uma viajem mal esclarecida(Clique aqui para ler a nota do governador na íntegra).

Ainda tá faltando sobre o aeroporto regional do Cariri. Poxa vida! Eu já estou cansado de descrever tantos absurdos. Será que o governo do estado não está cansado de cometê-los? Mais do que cansado de escrever, estou cansado de assistir tamanho despreparo para um cargo de tamanha importância.



por Daniel Coriolano








Assinatura para início das obras do Hospital Regional do Cariri(obra em andamento)
Aviões do Forró


Outdoor do Hospital Regional do Cariri(obra em andamento)
Relacionados:
http://coletivocamaradas.blogspot.com/search?q=ferias+no+ceara

Vossas Majestades

Rei do Sabugo
&
Rainha do Milho






Mazzaropi

Amacio Mazzaropi morreu aos 69 anos. Apesar do sobrenome italiano, encarnou na maioria dos seus filmes o típico caipira do interior do Brasil. Além de ator, foi também, um bem sucedido produtor de cinema brasileiro. Seu filmes anuais sempre bateram recordes de bilheteria e sua produtora, criada para rodar Chofer de Praça, em 1959, a Pam Filmes, tinha estúdios muito bem instalados em sua antiga Fazenda de Santa, em Taubaté, no vale da Paraíba, São Paulo.

Mazzaropi no São João M11
Mazzaropi

Fonte: UOL

Seminário de Infecto

O Dr. Vitor só perguntou sobre Tracoma, as perguntas foram essas:

- Sinal patognomônico no Tracoma?
- Fatores epidemiológicos que facilitam o contágio do Tracoma?
- O que causa a xeroftalmia?

O passado os condena

Vocês devem – ou deveriam – estar pela tampa com a imprensa golpista do eixo São Paulo-Rio com essa história que ela não pára de masturbar sobre o “risco à democracia” que estaria contido na intenção supostamente oculta de Lula de fazer aprovar de alguma maneira no Congresso (via PEC) proposta que lhe permita conseguir um terceiro mandato para si.

Apesar das reiteradas negativas do presidente, a imprensa não se satisfaz. Acha que é pouco ele dizer que não disputará terceiro mandato nenhum. Não diz claramente o que ele deveria fazer, mas explica uma vez e outra e mais outra quão danoso seria para a democracia mudar as regras do jogo com este em andamento, ou seja, permitir que um presidente altere a Constituição para poder disputar um novo mandato.

Essa ojeriza da imprensa a mudança constitucional que permita a um governante disputar mandatos consecutivos nas urnas também se manifestou estrepitosamente durante o processo recentemente ocorrido na Venezuela, no qual o presidente Hugo Chávez conseguiu o direito de disputar novas reeleições.

Atado a esta maldita memória que me tortura, porém, sou tomado de acessos de gastrite cada vez que leio ou escuto os empregadinhos das famílias Marinho, Frias, Civita e Mesquita – bem como seus penduricalhos no resto da mídia – vituperarem contra mudança das regras do jogo com ele em andamento. Sofro o diabo com essa conversa fiada.

Sabem por que? É que me lembro do que essa mesma mídia dizia à época em que o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso mudou a Constituição – inclusive por meio de compra de votos de deputados para votarem com o governo – a fim de poder se candidatar à reeleição.

Jornais como Folha de São Paulo, O Estado de São Paulo e O Globo, entre outros, defendiam apaixonadamente a possibilidade de FHC recandidatar-se sob a mesma mudança das regras do jogo que agora esses veículos dizem ser “atentado à democracia”. E a justificativa era a vontade popular, que agora esses órgãos de imprensa dizem que não importa e que não mais justifica mudança constitucional.

Em 5 de janeiro de 1996, por exemplo, editorial da Folha intitulado Reeleição Popular” propugnava nesse sentido. Vejam, abaixo, que “gracinha”.

O apoio de três em cada quatro brasileiros à possibilidade da reeleição para o próximo presidente e futuros governadores e prefeitos mostra que a população vê com bons olhos a chance de renovar os mandatos que vem a se mostrar bons governantes. (...)

O argumento de que a reeleição ensejaria o uso eleitoral da máquina administrativa pelo mandatário – o candidato parece engajado. Afinal, esquece ingenuamente que a ‘máquina’ pode ser igualmente utilizada – como lamentavelmente ocorre amiúde – em prol do candidato de situação, mesmo que não seja ele o mandatário.

Uma eventual emenda de reeleição, ademais, evidentemente não muda a lei para manter um governante. Ela apenas permite que ele se recandidate. Entre a candidatura e a renovação do mandato estará sempre o democrático e o inquestionável veredicto das urnas.

Hoje, a mesma Folha de São Paulo não quer nem ouvir falar em projetos de lei sobre a realização de um plebiscito para perguntar ao povo se Lula pode ou não disputar um terceiro mandato, mas quando quem governava era FHC e era ele quem desejava mudar a Constituição para poder disputar um novo mandato, o jornal tinha outra opinião.

Leiam, abaixo, trecho do editorial da Folha de 9 de janeiro de 1997 intitulado, mui adequadamente, como “Casuísmo explícito”. Mas só leiam se tiverem estômago forte.

Esta Folha há muito considera justo o direito de os governantes, inclusive os atuais, disputarem a reeleição. Mas a abrangência da questão, a total ausência de debates esclarecedores e a clara manipulação do tema, visando benefícios meramente eleitorais, tornam cada vez mais indispensáveis que o assunto venha a ser examinado em fóruns amplos e, em seguida, apreciado em plebiscito nacional

Já o jornal carioca O Globo não queria perder muito tempo com o assunto. Em editorial de 26 de janeiro de 1997 intitulado “O preço da demora”, pedia que se aprovasse logo a emenda da reeleição de FHC para não atrapalhar seu magnífico projeto de nação, que dois anos depois quebraria de novo o Brasil e o faria peregrinar pelos organismos multilaterais de pires na mão.

Leiam e chorem.

(...). Para essas mudanças são fundamentais as reformas estruturais em andamento: delas dependem a revisão da ação do Estado, enquanto os mecanismos de mercado se tornam cada vez mais presentes no cotidiano dos brasileiros.

Tudo isso está suspenso, enquanto se debate a emenda da reeleição. Trata-se de uma questão política duplamente importante do ponto de vista econômico. Por um lado, a aprovação do direito de reeleição na prática significa a ampliação do horizonte das reformas; por outro lado, é um problemas que deve ser resolvido com rapidez, para que a classe política, o Executivo e o Congresso voltem a se concentrar na agenda das reformas.

Como vocês vêem, a mídia só engana os desmemoriados, pois o passado dela a condena. Infelizmente, porém, desmemoriados, ao menos no Brasil, costumam ser maioria. E aqueles que, como eu, têm memória, que se danem.

Ontem e hoje

Vocês leram, no primeiro editorial da Folha reproduzido acima, o que o jornal achava ontem de mudar a constituição para que o presidente de turno possa disputar a reeleição. A Folha apoiava, como todo o resto da mídia. Dizia ser direito da população reeleger um governo do qual estava gostando etc. Agora, o discurso mudou, porque mudou a corrente político-ideológica que governa.

Vale a pena ler, abaixo, editorial recente da Folha, do último dia 22, curiosamente intitulado “casuímo sem fim”, que mostra como o jornal muda de opinião sempre de acordo com a própria conveniência, o que mostra como essa gente não tem um pingo de seriedade, sendo apenas um bando de gangsters, de mercenários pagos para defender interesses de grupos políticos e econômicos.

(...) Retomam-se as especulações e as iniciativas em torno de uma terceira candidatura consecutiva para o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (...) Mas a confirmação dos índices de popularidade de um presidente, que referendos desse tipo tendem a refletir, em nada se confunde com a prática institucional de qualquer democracia digna desse nome.

Trata-se de assegurar um mínimo de alternância no poder, de respeitar as regras básicas do jogo político e de evitar que ele se torne refém da figura providencial de líderes personalistas. (...)

Se há muito a aprimorar no sistema político brasileiro, certamente o calendário sucessório e o dispositivo da reeleição não fazem parte do que interessa discutir. Que se cogite de mudá-los, conforme a conveniência deste ou daquele político, é um sinal de imaturidade que não condiz com o estado já alcançado pelas instituições do país, mais de 20 anos após a Carta democrática.

Comentário :

Precisamos espalhar este texto. As pessoas precisam saber que, ontem, essa mesma mídia que hoje repudia mudar a Constituição de forma que Lula possa se submeter a escrutínio da vontade popular, defendeu processo idêntico em 1997 porque o beneficiário era FHC, o qual apoiava e apóia.

Ajudem-me a espalhar este post por onde puderem. Imprimam e levem uma cópia com vocês por aí. Quando ouvirem alguém falando que o jornal A ou B está denunciando que Lula quer violar a democracia, blabblablá, etc e tal, tirem o papel do bolso e ponham o burro no seu lugar.

Escrito por Eduardo Guimarães
Questio Facti

Exame Neurológico

http://m11fmj.blogspot.com/2009/03/exame-neurologico.html

Jô Soares não tem noção...



por Francisco Walter

Resultado da enquete

Sobre a prova de infecto...

Até que em fim fiz uma prova de infecto boa!
6 (40%)
Foi massa como as outras
6 (40%)
Mais ou menos
2 (13%)
Ruim
0 (0%)
Segunda chamaaada
1 (6%)

Votos: 15
Enquete encerrada

São Jõao M11

Veja nosso álbum!

Em nosso álbum virtual estão disponíveis as miniaturas das fotos. As originais estão rodando na sala em um DVD.

Para comentar as fotos você deve fazer o login...

click na imagem para entrar no álbum

Créditos das fotos:

Allan Bastos
Álbum virtual
Orkut




Glory Fate







click na imagem para ampliar

Aulas Multimídia

Você assiste aulas multimídia preparadas por especialistas. As apresentações duram em média 20 minutos e abordam assuntos de interesse para as mais diversas áreas médicas.

Escolha o assunto aqui!

Como avaliar a capacidade auditiva no idoso?

em Boletim Medicina e Saúde

podcast_capacidade_auditiva_idoso.jpgNa maturidade, é natural que haja mais queixas relacionadas a problemas auditivos, uma vez que o processo de envelhecimento traz consigo uma diminuição no número e/ou no tamanho de células especializadas, assim como alterações importantes na bioquímica celular. Confira nesse podcast todos os passos para se obter um diagnóstico sobre a capacidade auditiva no idoso e definir o tratamento mais adequado.



Médico - Uma vida de puta !

Você trabalha em horários estranhos. Que nem as putas!
Te pagam pra fazer o cliente feliz. Que nem as putas!
Seu trabalho sempre vai além do expediente. Que nem as putas!
Seus amigos se distanciam de você, e você só anda com outros iguais a você. Que nem as putas!
Seu chefe tem um lindo carro. Que nem as putas!
Quando vai ao encontro do cliente, você tem de estar sempre apresentável. Que nem as putas!
Mas, quando você volta, parece saído do inferno. Que nem as putas!
O cliente quer sempre pagar menos e que você faça maravilhas. Que nem as putas!
Todo dia, ao acordar, você diz: NÃO VOU PASSAR O RESTO DA VIDA FAZENDO ISSO.
Que nem as putas!
Se as coisas dão errado, é sempre culpa sua. Que nem as putas!
Você sempre acaba fazendo serviços de graça para o chefe, os amigos e os familiares.
Que nem as putas!
Apesar de tudo isso, você trabalha com prazer. Que nem as putas!


Érico Veríssimo

por Igor Professor

Pra descontrair... =D

HUMOR CLÍNICO



Doutor, quando eu era solteira tive que abortar seis vezes. Agora que
casei, não consigo engravidar.
- Seu caso é muito comum: você não reproduz em cativeiro.

Após a cirurgia:
- Doutor, entendo que vocês médicos se vistam de branco. Mas por que
essa luz tão forte?
Meu filho, eu sou São Pedro.

No psiquiatra:
- Doutor, tenho complexo de feia.
- Que complexo que nada...

- Doutor, o que eu tenho?
Ainda não sei, mas vamos descobrir na autopsia.


O psiquiatra incentiva o paciente: Pode me contar desde o princípio...
- Pois bem, doutor! No princípio eu criei o céu e a terra...

O psiquiatra para o paciente:
- Meu amigo, eu tenho uma boa e uma má notícia para você. A má é que
você tem fortes tendências homossexuais.
- Meu Deus, doutor! E qual e a boa notícia?
- A boa notícia é que acho você um gato

O paciente chega ao Psiquiatra tímido, cabisbaixo:
- Doutor, eu tenho dupla personalidade.
- Esquenta não, meu filho. Senta aí e vamos conversar nós quatro...

No consultório psiquiátrico:
Paciente: - Doutor, vou lhe contar um segredo: eu sou um galo!
O psiquiatra resolve aprofundar a anamnese:
- E desde quando o senhor acha que é um galo?
Paciente: - Ah, desde que eu era um pintinho.

O cara sofria de amnésia e procurou o médico:
- Doutor, estou com uma terrível amnésia.
-
Desde quando?
-
Desde quando, o quê, doutor?

Psiquiatra para o paciente bebum:
- O senhor vai parar de beber cerveja, durante um ano só vai beber leite.
- Outra vez, doutor?
- O que, o senhor já fez esse tratamento?
- Já, durante os primeiros meses da minha vida...

por Igor Professor

Ganhadores do mês da promoção

AVALON LOCADORA +
Medicina & Arte


Ana Lilian Feitosa
Eveline de Macêdo
Cada uma faturou 2 locações!



Oferecimento:



http://medicinaearte.blogspot.com

É rock!



Sexta-feira no Centro Cultural Banco do Nordeste
19:30h
A partir das 14h começam a distribuir ingressos

Estréia de Víctor Marcel na Glory Fate!!!
Vamos prestigiar nosso amigo...




MARKIM - VOCAL/ GUITARRA
MICHEL MACEDO - GUITARRA
VICTOR MARCEL - BAIXO
REMY OLLIVEIRA - BATERIA

My Space: http://www.myspace.com/bandagloryfate

Podcast Ter Saúde

O que é Diabulimia?

claudia_pieper.jpgA diabulimia é simplesmente um misto de diabetes e bulimia? Afinal que fatores podem levar diabéticos, sobretudo garotas, a diminuir ou pular doses de insulina prescritas pelos médicos? Quais os riscos e consequências do ‘jejum’ de insulina? Como familiares e amigos podem perceber que alguém próximo sofre de diabulimia? Estes são alguns dos pontos esclarecidos pela médica endocrinologista Dra. Cláudia Pieper no Pod Ter Saúde. No programa, a coordenadora do Departamento de Transtornos Alimentares da Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD) aborda ainda a influência de fatores externos nos casos do transtorno alimentar. Professora assistente do Curso de Pós-Graduação em Endocrinologia da PUC – IEDE (Instituto Estadual de Diabetes e Endocrinologia), a Dra. Cláudia Pieper fala também da importância de contar com uma equipe multidisciplinar no tratamento da diabulimia.

Site da Sociedade Brasileira de Diabetes: www.diabetes.org.br/
Site de Educação em Diabetes: www.tiojuliao.com.br


Parabéns, Glaysson!!!!


Guia de Bolso - Doenças Infectoparasitárias 2008

Pessoal o guia de bolso do ministério da saúde já está disponível no HD virtual do blog.
Por sinal, está muito bom! Dêem uma olhada antes de fazer a prova, vale a pena!
Abraço a todos

Pedro Henrique

Imperdível!!!

Jessier Quirino
http://www.jessierquirino.com.br
sexta-feira no Crato








[BANNER+JESSIER+QUIRINO+rgb.jpg]

obs.: quem for comente nesta postagem para combinarmos...

Icasa x Vasco

Acompanhe o jogo Ao Vivo!!!
SPORT TV ON LINE



ICASA X VASCO
obs.: No ar apenas durante o jogo.

Torcedores rivais acompanham o reconhecimento do gramado do Romeirão

Thiago Lavinas/GLOBOESPORTE.COM

O Vasco fez o reconhecimento do gramado do Romeirão, nesta terça-feira, em Juazeiro do Norte. E no estádio a rivalidade ficou em segundo plano. Lado a lado torcedores cruzmaltinos e rubro-negros acompanhavam o bate-bola dos jogadores. Sem qualquer confusão, sem qualquer provocação. A cidade tem muitos torcedores dos dois clubes cariocas. Nesta quarta-feira, o Vasco enfrenta o Icasa pelas oitavas-de-final da Copa do Brasil

Thiago Lavinas Direto de Juazeiro do Norte (CE)


Separados na maternidade

Teste sua capacidade descobrindo com quem Dr. Rey - o Doutor Holywood se parece..




por Leo Mello

Aniversário...

Natália Lucena

Leo Mello

Onde é o bolo?
Parabéns!